quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Combatendo o spam e evitando o risco que eles representam


A descrição abaixo no site da SERASA é uma das melhores que conheço para definir essa insuportável praga que nos afeta diariamente.


“O spam é uma das maiores pragas da internet. Esse nome é dado às mensagens indesejadas, não solicitadas, enviadas aos endereços de e-mail ou a serviços de mensagem instantânea. É cada vez maior o número de mensagens que os internautas recebem, fazendo propagandas dos mais diversos tipos. Propostas financeiras, melhoras na vida sexual, divulgação de sites, propaganda de produtos supostamente revolucionários, ofertas tentadoras; enfim, uma série de mensagens não solicitadas pelo usuário, cujo remetente é desconhecido, invadem as caixas postais de e-mails, causando transtornos aos usuários e prejuízos aos provedores, já que quase metade das mensagens que armazenam em seus servidores são spams. Lamentavelmente, ainda não existe ferramenta eficaz contra o spam. Programas para combater o spam já foram lançados e estão em constante processo de melhoria, mas nenhum ainda conseguiu mostrar grande eficiência. Observe, a seguir, algumas recomendações dos especialistas para evitar que sua caixa postal seja inundada pelo lixo eletrônico.”


Gostaria de destacar a principal razão para estarmos sempre sofrendo com essa praga e, mais uma vez, a maior culpa é dos próprios usuários de e-mail. É quando enviamos aqueles e-mails para 50 ou mais amigos e colocamos o endereço de e-mails de todos no “Para:” ou no "Cc:" do e-mail. É quase normal que um dos destinatários de um “encaminhar” (forward) para algum outro ou outros mas não apagaue, então, aquela lista de todos os enderços de e-mail que fica no texto do e-mail, e elas são um “prato cheio” para programas que capturam os endereços para serem vendidos para os spammers e o nosso vai junto!

O site da SERASA fornece também instruções para combater, evitar e denunciar os spams. Transcrevo abaixo apenas 3 delas que são muito eficazes.

1. Use a cópia oculta. Ao enviar uma mensagem para vários usuários, utilize a cópia oculta. É uma maneira de evitar que os e-mails de seus amigos e colegas fiquem circulando abertamente por aí – já que, geralmente, muitas dessas mensagens são encaminhadas. Para habilitar esse campo no Outlook Express, clique no botão “Escrever mensagem” e, na janela do próprio e-mail, no menu Exibir, selecione “Todos os cabeçalhos”. Todos as versões do webmail permitem que se use esse recurso. Verifique no Gmail, no Hotmail e verá como é fácil.
2. Não responda ao spam. Jamais, de maneira alguma, responda às mensagens de spam. A grande maioria dos spams vem um com um texto dizendo algo como “clique aqui se não quiser mais receber nossas mensagens”, ou “responda a esta mensagem com o assunto Retirar para excluir seu e-mail de nosso banco de dados”. Nunca mande e-mail aos spammers, mesmo que seja para xingá-los. Muitas vezes esse artifício é utilizado para confirmar a existência de um endereço de e-mail.
3. Denuncie. Deve-se sempre enviar a denúncia para o provedor de origem do spam. E para isso é absolutamente imprescindível saber ler o cabeçalho da mensagem. No Brasil, é conveniente que as denúncias sejam encaminhadas com cópias para mail-abuse@nic.br e spambr@abuse.net.


Para ver mais vá diretamente ao site da SERASA: http://www.serasa.com.br/guiainternet/32.htm e veja também nosso post “Sobre Lendas Urbanas e e-mails fraudulentos” nesse Blog.


Um comentário:

Jayme Perlingeiro disse...

Aderi. Já botei berro em 3. Tks.Abcs. Jayme